terça-feira , setembro 26 2017
Últimas Notícias

Estudante perde bolsa de estudos por ser religioso

biblia-na-faculdade

Uma universidade da cidade Baltimore County, em Maryland (Estados Unidos) está sendo processado por cortar a bolsa de estudo de um aluno cristão por ele ter afirmado que “Deus é o mais importante em sua vida”.

O jovem Brandon Jenkins buscava uma bolsa de estudos no curso de fisioterapia na universidade Community College of Baltimore County, mas teve o pedido vetado. Ao tentar descobrir o motivo junto à instituição recebeu o aviso que no programa do curso havia a disciplina de terapia de radiação e que esta aula “não é lugar para religião”.

Ao obter essa resposta, Jenkin procurou pelo Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ) que entrou com uma ação contra a universidade.

Ao analisar o caso, foi notado que a crença do rapaz foi questionada durante os testes e o calouro preencheu a opção que “a religião é a parte mais importante de sua vida”. A coordenadora do curso, Adrienne Dougherty tenta explicar que durante o exercício da profissão não é permitido expressar valores religiosos, o que fez a universidade vetar a participação de Jenkins.

“Nós temos muitos pacientes que vêm até nós para o tratamento, alguns de muitas religiões diferentes e outros que não acreditam em nada. Em uma consulta no futuro, você não deve deixar escapar seus pensamentos e crenças fora do processo de entrevista”, disse ela.

A ACLJ afirma que a coordenadora teve uma atitude “ilegal” e “intolerante” e que em nenhum momento do processo a universidade especificou que a exposição de uma crença seria critério de eliminação do candidato.

Ao defender o aluno, o conselheiro David French argumentou que Jenkins é um “indivíduo de alto caráter” e “um membro produtivo da sociedade disposto a ampliar suas habilidades de carreira”. O caso será julgado pela corte federal para dar uma sentença final.

Fonte: Gospel Prime

Deixe uma resposta

Scroll To Top